+55 (21) 2505-9393
+55 (21) 99731-6528
contato@acpdbrasil.com

Maximize sua Privacidade Online: Estratégias e Ferramentas

Conformidade, Proteção e Privacidade de Dados

Navegação Anônima

Privacidade Online: Estratégias e Ferramentas. No ecossistema digital, dos dias de hoje, a privacidade tornou-se uma jornada valiosa. Com sites e aplicativos em busca constante por dados, dados pessoais, e até mesmo dados pessoais sensíveis, torna-se imperativo adotar medidas para proteger sua identidade digital.

A era da anonimidade plena na internet é, para muitos, uma lembrança distante. Identificadores em dispositivos móveis, SIM cards, navegadores web e redes Wi-Fi podem ser rastreados, vinculando suas atividades online. Entretanto, existem práticas que podemos adotar para reforçar o controle sobre nossa privacidade e dados pessoais.

Se você está procurando ser verdadeiramente anônimo ou proteger sua identidade para um propósito específico, deve considerar sua segurança. No entanto, muitas das mudanças que você pode fazer, listadas abaixo, são simples e podem impedir que você seja rastreado, aplicando-se à maioria das pessoas.

Bloqueie os Rastreadores

Você está constantemente sendo rastreado online. Muitas vezes, o principal culpado é a indústria de publicidade e as empresas de tecnologia fortemente dependentes de publicidade para ganhar dinheiro. Pense sobre as Big Techs. Rastreadores invisíveis e cookies embutidos em sites e aplicativos podem seguir você pela web.

Comece com seu navegador web. Anunciantes também podem rastreá-lo usando fingerprinting, um método de perfilamento onde as configurações do seu navegador e dispositivo, como idioma, tamanho da tela e muitos outros detalhes, são usados para identificar você. Se quiser ver como seu navegador atual rastreia você, a ferramenta Cover Your Tracks, da Electronic Frontier Foundation, pode realizar um teste em tempo real no seu sistema.

Para um maior anonimato, o Navegador Tor é o melhor, e seu download e instalação podem ser feitos da mesma forma que em relação a qualquer outro navegador popular. Ele criptografa seu tráfego, enviando-o através de uma série de servidores, e também emprega medidas anti-fingerprinting e outras de privacidade. Por conta de suas proteções avançadas, o Tor pode, às vezes, ser mais lento que outros navegadores. Vários navegadores focados em privacidade, como o Firefox, o Mullvad e o Brave, oferecem proteções aprimoradas contra rastreadores e configurações de privacidade mais personalizáveis.

Se não quiser trocar de navegador, há algumas extensões para navegadores web que podem bloquear rastreadores. Tanto a extensão Ghostery quanto o Privacy Badger, da EFF, bloquearão rastreadores, com este último não bloqueando anúncios a menos que estejam especificamente rastreando você.

Além da web, rastreadores embutidos em seus aplicativos móveis podem coletar dados sobre sua atividade. No Android, você pode desativar anúncios personalizados através do My Ad Center do Google, alternando a configuração para desligado. Além disso, pode excluir o ID de publicidade do seu dispositivo, indo em Configurações, Privacidade, Anúncios e clicando na opção Excluir ID de publicidade. Também existem aplicativos Android que bloqueiam rastreadores entre aplicativos, como o aplicativo de navegador do DuckDuckGo ou o TrackerControl, desenvolvido pela Universidade de Oxford. Se usar iOS, vá em Configurações, Privacidade e Segurança, Rastreamento e desative Permitir que aplicativos solicitem rastrear para impedir que rastreiem você entre aplicativos e sites.

Para algumas pessoas, uma VPN pode ser útil para impedir que seu provedor de serviços de internet veja seu tráfego na web. No entanto, VPNs podem ver sua atividade online — em alguns casos, mantendo registros dela — e muitas são problemáticas.

Escolha a Opção Mais Privada

Cada aplicativo, site e serviço que você usa provavelmente coleta algum dado sobre você, pessoais ou não, mas alguns coletam mais do que outros. Escolher serviços que intencionalmente não coletam informações sobre você ou que usam criptografia de ponta a ponta, impedindo que as empresas vejam o conteúdo de suas comunicações ou transferências de dados, pode ajudar a limitar sua exposição na web. Geralmente, você quer evitar as grandes empresas de tecnologia.

Para mensagens instantâneas, o Signal coleta poucas informações sobre seus usuários, e é criptografado por padrão, o que significa que não pode ver o conteúdo das mensagens que você envia. Para pesquisas, DuckDuckGo, Brave Search, Kagi, Startpage e Mojeek são escolhas de motores de busca mais amigáveis à privacidade.

Para e-mail, Proton e Tuta (anteriormente Tutanota) oferecem opções gratuitas de criptografia de ponta a ponta. O OnionShare usa a rede Tor para permitir que você compartilhe arquivos anonimamente. O Proton Drive oferece armazenamento de arquivos criptografados online, e as configurações avançadas de proteção de dados da Apple permitem que o armazenamento do iCloud seja criptografado de ponta a ponta, uma vez ativado.

Se estiver usando um laptop ou telefone do trabalho, vale a pena lembrar que seu empregador provavelmente pode ver muitas, se não todas, as coisas que você faz nesses dispositivos. Se estiver procurando um novo emprego ou realizando tarefas pessoais, provavelmente quer fazê-las em dispositivos pessoais.

Verifique o Que Você Posta

Ser mais anônimo online está ligado à sua mentalidade. Simplificando, quanto menos você compartilhar sobre si mesmo online, menos identificável você será. Isso significa ter cuidado com o que você posta nas redes sociais, evitando compartilhar informações que possam identificar você, sua localização ou outras pessoas ao seu redor.

Há também passos que você pode tomar para tentar se excluir da internet: optar por sair de corretores de dados que compram e vendem informações sobre você; atualizar sites antigos ou desatualizados e remover informações de buscas do Google; deletar posts antigos de mídia social e contas que você não usa mais. Esses passos podem exigir muito trabalho, especialmente se estiver mergulhando em contas de mídia social antigas, mas fazê-los um pouco de cada vez pode ajudar.

Ocultando endereços de e-mail

Nos últimos anos, também se tornou mais fácil esconder seu endereço de e-mail de sites e serviços aos quais você se inscreve. A ferramenta Hide My Email, da Apple, mantém seu endereço de e-mail principal privado e gera um endereço de e-mail aleatório quando você se inscreve em um novo serviço. Se pagar por uma assinatura do iCloud+, a ferramenta pode gerar endereços de e-mail sob demanda no aplicativo Configurações. Da mesma forma, a ferramenta Firefox Relay, que tem uma quantidade limitada de uso gratuito, pode gerar endereços de e-mail que encaminham para sua caixa de entrada principal.

Eleve ao Próximo Nível

Ser totalmente anônimo online é incrivelmente difícil – o nível de anonimato que você requer dependerá do motivo pelo qual está tentando não ser identificado. Caso queira tornar-se mais anônimo, há passos mais avançados que você pode tomar, como:

Considerar um sistema operacional para seu telefone ou computador focado em privacidade e anonimato. O sistema operacional Tails, que precisa ser instalado e executado a partir de um pendrive toda vez que usar, inclui Tor, OnionShare e várias outras ferramentas no seu computador. Para dispositivos Android, o GrapheneOS é um sistema operacional de código aberto que elimina os elementos do Android vinculados ao Google e foca em privacidade.

Em resumo, aqui estão algumas ações práticas para aumentar sua privacidade, com Estratégias e Ferramentas:

  1. Bloqueio de Rastreadores: A indústria publicitária e empresas de tecnologia são notórias por monitorar nossas atividades online. Iniciar pelo navegador é uma estratégia eficaz. Ferramentas como Cover Your Tracks da EFF podem avaliar o nível de rastreamento do seu navegador. Navegadores focados em privacidade, como Tor, Firefox, Mullvad e Brave, oferecem recursos robustos contra rastreamento.
  • Gestão de Dados em Aplicativos Móveis: Desative anúncios personalizados e exclua IDs de publicidade em dispositivos Android e iOS. Aplicativos como DuckDuckGo e TrackerControl também ajudam a bloquear rastreadores entre aplicativos.
  • Uso de VPNs: Uma VPN pode ser uma ferramenta poderosa para ocultar seu tráfego web de provedores de serviços de internet, mas é essencial escolher uma que não mantenha registros de atividade e seja confiável.
  • Seleção de Serviços Conscientes de Privacidade: Prefira aplicativos e serviços que não coletam dados desnecessários ou que utilizam criptografia de ponta a ponta para proteger suas comunicações.
  • Comunicações Seguras: Utilize serviços como Signal para mensagens instantâneas e Proton ou Tutanota para e-mails, que oferecem criptografia de ponta a ponta por padrão.
  • Compartilhamento Anônimo de Arquivos: Para compartilhar arquivos confidenciais, considere usar o OnionShare, que aproveita a rede Tor para anonimato.

    Lembre-se: o uso de dispositivos corporativos pode implicar em menor privacidade, já que muitas empresas monitoram as atividades nesses aparelhos. Para assuntos pessoais ou busca de emprego, prefira dispositivos pessoais.
  • Cautela nas Redes Sociais: O que você publica pode impactar sua identificabilidade. Pratique a discrição e evite compartilhar informações sensíveis.
  • Ocultação de Endereços de E-mail: Ferramentas como Hide My Email da Apple e Firefox Relay podem gerar endereços de e-mail que protegem sua identidade em inscrições de serviços.

Para aqueles que buscam medidas ainda mais avançadas, sistemas operacionais como Tails e GrapheneOS são alternativas focadas em privacidade. Medidas de segurança adicionais, embora mais complexas, podem incluir a remoção de microfones e a utilização de gaiolas de Faraday. A privacidade online é uma jornada contínua e multifacetada. Incentivamos a comunidade a compartilhar práticas, ferramentas e insights adicionais que possam beneficiar outros profissionais em seus esforços para manter uma presença digital segura e privada.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *